sexta-feira, 9 de maio de 2008

DITOS E ESCRITOS!


No Jornal de Negócios de hoje, mesa redonda com TOMÁZ MORAIS (Seleccionador Nacional de Râguebi) e JORGE ARAÚJO (presidente da Yeamwork Consultores). Ao sabor da entrevista, fui destacando:


"... Já não basta melhorar resultados, é preciso ajudar a melhorar competências." JA


"Hoje em dia há uma grande preocupação dos líderes para com as pessoas. Sentem que têm de perder muito tempo com elas para que possam dar o máximo." TM


"Hoje está demonstrado que a razão sem emoção não é nada. Qualquer líder que se preze precisa de aprender a conviver com as emoções e aprender a retirar delas aquilo que é a sua grande força. É preciso deixar fluir as emoções, tendo a noção que por vezes nos desequilibram." JA


"Não havendo atitude não há compromisso.
Não havendo compromisso não há sacrifício.
Não havendo sacrifício não há nada. TM


"Só somos empenhados se o meio em que trabalhamos e a forma como somos dirigidos nos conduzirem nesse sentido." JA


"A superação diária faz parte do trabalho que necessitamos de realizar diariamente. Daí advém a formação contínua das pessoas e a capacidade de inovar, de modo a que consigam tirar o máximo rendimento delas próprias."TM


ADENDA: 23:01: Sugestão do Ccz deixada em comentário a este poste:


10 comentários:

BC disse...

Raul,tens lá no meu blog, um desafio, ou uma proposta, na minha postagem "Mãe e Filha" se quiseres tentar...
Eu vou fazê-lo, precisamos de voluntários que escrevam,porquê só
raparigas?
Como diz a renard os homens também choram...
Um sorriso!

CCz disse...

Caro Raul,

Eis um postal que advoga algo muito pouco politicamente correcto nos tempos que correm, o sacrificio.
.
Faz-me lembrar uma frase americana que diz algo como "Não desejes que os desafios sejam mais fáceis, deseja é seres melhor"
.
Passe por aqui:
.
http://balancedscorecard.blogspot.com/2007/12/cruz-de-cada-um.html

Raul Martins disse...

Isabel, eu já lá tinha ido e vi a tua proposta; acho pertinente e ficamos à espera. Mas a verdade é que as "mulheres" têm mais facilidade em falar destas coisas. Até para a minha rubrica "Olhar dos pais", onde inclui a sua poesia, e já tenho mais testemunhos de colegas a quem pedi participação, só as mulheres é que me responderam. Vamos ver se algum pai partilha os seus sentimentos.

E amigo Carlos, estamos sempre a aprender. Hoje quando fui à faculdade, por acaso vi por lá o Jornal de Negócios e resolvi dar-lhe uma olhdela e encontrei a interessante entrevista da qual roubei estes pedaços. Obrigado por alargares os meus horizontes.

E vou dar uma olhadela ao poste que me indicas.

Carpe diem!

Professorinha disse...

Pois, mas o que conta para a Europa são mesmo os resultados e não se os alunos saem da escola com ou sem competências...

Fica bem

Émy disse...

Observo com alguma tristeza que cada vez mais os nossos jovens não tomam uma atitude... não querem um compromisso. Ouvimos muitos jovens dizerem: não vou votar porque não quero saber de política... não vou à Igreja porque não acredito em nada... não quero perder tempo a estudar porque não há empregos... não quero casar, porque... porquê? Porque o compromisso dá trabalho. Lutar por ideais dá trabalho... Lutar por preservar uma família, dá trabalho...
É mais fácil pensar desta forma:
"Não havendo atitude não há compromisso.
Não havendo compromisso não há sacrifício.
Não havendo sacrifício não há nada.


E lamentavelmente conhecenos jovens... tão jovens, mas tão vazios de tudo. E os sonhos e os projectos, tão característicos dos jovens, acabam por definhar! E temos apenas mais um cidadão que pouco contribui para uma sociedade mais crítica e construtiva.
Visão pessimista... talvez, mas é o que vou observando, com alguma triteza porém.

Fernando Vasconcelos disse...

Pois se o Raul me permitir vou fazer um comentário superficial e pouco relevante face à profundidade dos restantes comentários. E isto não é ironia ...

Bom o meu prosaico comentário é que estou muito contente pelo Tomás Morais vir para o meu Sporting. Atitude é o que é necessário :-) Tranquilidade já temos :-)

E desculpem ter levado isto para o lado verde e branco e para o futebol. Não resisti ...

Raul Martins disse...

Ó Fernando, também precisamos destas trivialidades e gostei da tua visita porque fiquei a saber que és cá dos meus. Eu sabia, eu sabia...

E tranquilidade temos, esperemos pela atitude...

Um fim de semana cheio de música!

Infelizmente "Inha" o que conta são os resultados e as competências ... É o que sabemos. Sobretudo aquelas competências que ajudem os nossos jovens a "olharem o futuro". Retempera as forças para os teus alunos que ultimamente não te têm dado tréguas. Com amigos desses não precisamos de inimigos, não é?

Carpe diem com as fotografias!

Teresa disse...

Cá venho eu a fazer mais uma proposta:
Li aqui que os homens nao querem escrever sobre estes problemas, e logo me veio à cabeca um nome:
Paulo Malheiro Dias.
Ele além de escrever bem é o melhor pai do mundo. Pergunte ao Gui.
Saudacoes de um D´dorf que está a arder (simbolicamente, claro)!

Raul Martins disse...

Boa sugestão Teresa. É realmente um bom pai. Este ano estou a comprovar isso na forma como acompanha e tem orgulho nos filhos. É realmente um pai atento. Vou desafiá-lo.
E venha sempre, com comentários, críticas, propostas. E por falar em propostas. o "Janelar" foi premiado com selo "É um blog sim senhora". Por proposta sua, reencaminhei a proposta para a FÁTIMA ANDRÉ e cumpriu-se um dos seus desejos.
Carpe diem!

Teresa disse...

Agradeco muito ao Raúl e à Fátima André. Eu sou, na verdade, uma grande admiradora do jovem e muito talentoso Afonso Reis Cabral.
No Dia da Mae, aqui na Alemanha, 11de Maio, aparece no meu blogue "Beijo de Mae" na versao alema. Estou muito contente e orgulhosa.
Desejo-vos um bom fim-de-semana e um agradável Pentecoste.