domingo, 4 de maio de 2008

DIA DA MÃE! (IV)

E foi mais um dia da mãe!
E cá por casa a criançada viveu com alegria este dia. As prendas para a mãe foram todas artesanais.

As prendas da Pipoca que ela ofereceu à mãe com muito carinho: Uma carta, uma pulseira, uma caixinha de cartão, dois postais e um sabonete.



O Jota mostra à um power point com música que fez para a mãe e que o pai queria colocar aqui mas ainda não aprendeu como o fazer. Ofereceu, também, um trabalho que realizou em E.V. e que a mãe adorou:Por fim, a "mãe maior" recebeu um aquário com dois lindos peixinhos que ela tinha mostrado vontade de ter.

6 comentários:

emd disse...

Prendas únicas, personalizadas, graciosas, de coração para coração.
O meu rapazola (13 anos muito meninos) levantou-se cedérrimo e em sobressalto porque ainda não tinha acabado o cartão com me despertou.
Não há palavras!
Uma beijoca para o pai que rejubila com estes gestos e os partilha com o mundo.

Carmo Cruz disse...

Raul do Sorriso Imenso, já vi a tua fotografia de Família, como sabes, mas é aqui que ela está bem tirada! Vocês estão todos aqui, em corpo e alma. O M de Mãe da Pipocas é, em si, mesmo, um ternurinha! Deus vos abençoe e a todos nós, diria o Tim (Christmas Carols, Charles Dickens) e digo eu, Carmo. E me abençoe a mim também. Ainda me falta melhorar tanta coisa em mim! Beijinhos, Carmo

Fátima André disse...

Lindas prendas e que valiosas!

Émy disse...

Fiquei muito feliz com os presentes dos meus filhos... mas mais feliz tenho estado por ver todo o amor e dedicação que colocaram neles. Foi bonito assistir a toda a azáfama e entusiasmo em que andaram desde há algum tempo. Estavam tão entusiasmados que na noite de Sábado deram-me os presentes! Pois é, estavam tão ansiosos, que, tive de esperar até à meia-noite para abrir os presentes... a espera para o dia seguinte era demasiada!!
Foi uma noite de emoções... foi lindo! São lindos e muito meigos os meus filhos. Gostei de tudo o que fizeram para mim... mas o powerpoint do João provocou em mim um turbilhão de emoções (o querer perdurar este momento para sempre... o medo de os perder... o medo de perder a sua atenção...sei lá!), em especial no slide em que o meu filho escreveu:

"Mãe durante nove meses morei na tua barriga.
E agora moras no meu coração.


Até a Catarina tinha gostado tanto, quando o viu pela 1ª vez, que também quis escrever numa folha, para me oferecer, aquelas palavras!
Os meu filhos moram no meu coração desde o primeiro momento... e sempre irão morar. O meu desejo é poder protegê-los sempre e dar-lhes todo o meu amor... incondicionalmente!Amo-vos muito meus queridos filhos!
Obrigado Raúl por gostares de partilhar com o mundo o que de melhor temos... o amor que entre nós habita.

JNMARTINS disse...

Mãe, só para te deixar aqui beijinhos meus e da Catarina.

jeny disse...

foi um dia da mãe em peras