domingo, 4 de setembro de 2016

A "MÃE" dos POBRES e dos LEPROSOS!

Franzina, de sorriso largo e com os POBRES e os necessitados de amparo no seu coração, Madre Teresa de Calcutá, foi hoje proclamada SANTA. Lembremos alguns dos seus pensamentos:

"A PAZ começa com um SORRISO!"

"Sei que o meu trabalho é uma gota no oceano mas, sem ele, o oceano seria menor."

"O senhor não daria banho a um leproso nem por um milhão de dólares? Eu também não. Só por amor se pode dar banho a um leproso."

"A falta de amor é a maior de todas as pobrezas."

"Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz."

"Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação."

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Do AMIGO!

Amigo é aquele que nos faz descobrir o melhor que há em nós; e quem nós ajudamos a descobrir o que nele há de melhor!

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Do TEMPO e da VIDA na ESCOLA!

"Acarinhando a ideia de que, mais importante que as boas notas são os bons alunos. Daqueles que erram e que aprendem. E mais importante, ainda, que os bons alunos são aqueles que, tendo “várias vidas”, são bons alunos, bem educados e boas pessoas."(Eduardo Sá)

domingo, 6 de março de 2016

FORA de JOGO!

Há mais vida para além de um jogo de futebol. 
Há amores maiores que um CLUBE. 
Há preocupações mais pertinentes na nossa vida do dia a dia!

Em mensagem privada, um amigo das lides do facebbok disse-me que não consegue ser hipócrita dando parabéns ao adversário. E quem dá os parabéns é hipócrita? Estranho mundo este! Eu sou SPORTINGUISTA, não sou ANTI qualquer clube. Outro amigo disse-me que eu sou daqueles sportinguistas que o que quer é dar-se bem com toda a gente. Mas o desporto não deveria ser isto? Viver o momento, claro! Vibrar, sofrer, protestar com o árbitro, irritar-se com algum jogador, discordar com alguma decisão do treinador… faço isto no twitter, ligado a centenas de sportinguistas ao “vivo”… mas depois do jogo, perceber que foi mais um jogo, apenas um jogo. Todos gostamos de ganhar, gostamos mas não podemos ganhar todos. Alguém fica do lado da barricada dos que perdem e outros do outro lado da barricada. Eu acredito no desporto como uma ESCOLA de VALORES, o que muitas vezes está longe de o ser, infelizmente! E temos que perceber que a beleza do desporto está nas relações que nele se podem estabelecer. E eu, graças a Deus, e acho que acontece com quase toda a gente, tenho amigos de todos os clubes. Já estive ao lado de portistas a torcer pelo Porto, em andebol, no Dragão Caixa e vibrei com eles nas vitórias e entristeci-me com as derrotas. Já estive na Nave de Espinho a torcer pelos Juvenis do Benfica em andebol, numa Fase Final, porque aquela equipa do Benfica tinha apoiado, por mera simpatia, a equipa do meu filho num torneio em Samora Correia e admirei-os por isso e ficámos amigos. E esclareço que eles não tinham interesse algum em apoiar a equipa do CIC, pois estavam escalões diferentes e nada os movia contra a outra equipa. – Porque os jogadores do CIC são impecáveis – foi o que me disseram.


Façamos do desporto um momento de festa e não um momento de criar fricções. 
Há mais vida para além de um jogo de futebol. 
Há amores maiores que um CLUBE. 
Há preocupações mais pertinentes na nossa vida do dia a dia!