quarta-feira, 4 de junho de 2008

PARTILHAS!

"Creio que só se compreende áfrica
com a inteligência do coração."

JMA

7 comentários:

Maria do Carmo Cruz disse...

Pois é, Raul do Sorriso Imenso. Este Zé Matias tem uma capacidade de expressão que me faz que me faz lembrar um dos sete pecados capitais antigos... E diz verdades como punhos...
Hoje falar mais um pouco da "minha" África". Abraço da Avó Pirueta

BC disse...

Ai....! Eu não sou Africana, mas estas coisas da poesia enchem-me o coração.
Se não senti o mesmos que vocês, por não o ser, estive lá perto.
Obrigada ao JMA,que não sei quem é
(mas deve ser africano),pela expressão que pôs ao entoar o poema.
Ou será que foi outra pessoa?
Passei horas da minha vida a ouvir poesia lá em casa e isso fez-me
apaixonar por ela, e já estou a escrever demais, não tenho emenda.
Isabel

Raul Martins disse...

O JMA é o professor Matias Alves do Terrear. Quem declama o poema do poste não faço ideia. Se alguém souber ou descobrir, era bom.

Teresa disse...

Obrigada pela visita de hoje ao meu bloque, Raúl. Mas se quer ler um poema, realmente, com qualidade, tem de lá ir hoje outra vez.


:):):)

Anabela Magalhães disse...

Lindo, de facto.

besbertocharrua disse...

ó porfessor só venho mêmo á preça pa dezêr ca nha maria camanda a recêita dos cuscurões qué uma delíça.
um abrace munte amigue dagente dois.

gaivota disse...

é lindo, áfrica e o seu cheiro único, as cores e o sol,
descobrem-se os pôr do sol mais fantásticos!
áfrica tem tanta coisa, de tudo...
beijinhos