sexta-feira, 6 de junho de 2008

O CANTINHO DO PADRE MÁRIO!

O Amor é divino:

A divindade de Jesus
Amor Misericordioso


Em primeiro lugar, este amor é divino.

E é a própria divindade de Jesus que S. Teresa contempla, principalmente como «Amor Misericordioso» ou «Misericórdia infinita»:
«A mim Ele deu-me a sua Misericórdia infinita e é através dela que contemplo e adoro as outras perfeições Divinas! Então aparecem-me raios de amor».

Aqui radica a esperança sem limites de Teresa:
«A confiança na misericórdia infinita de Jesus» que lhe dá a «certeza» da salvação do criminoso Pranzini, «mesmo não se tendo confessado nem dado qualquer sinal de arrependimento».

Esta esperança, por outro lado, pelo seu «primeiro filho», torna-se uma esperança para todos, vivida cada dia:
«Ah, depois daquela graça única, o meu desejo de salvar as almas cresceu cada dia»; «Jesus, concede-me salvar muitas almas: que hoje nem uma só seja condenada e todas as almas do purgatório sejam salvas!».

Atirar Flores

Jesus, meu único Amor, aos pés do teu Calvário
Como gosto à tarde de atirar-Te Flores!...
Ao desfolhar para Ti a rosa primaveril
Quisera enxugar o teu pranto...

Atirar Flores, é oferecer-Te em primícias
Os mais leves suspiros, as mais pesadas dores.
Penas e alegrias, os meus pequenos sacrifícios
Eis as minhas flores!...

Atirar Flores, Jesus, eis a minha arma
Quando quero lutar para salvar os pecadores
A vitória é minha... eu sempre Te desarmo
Com as minhas flores!!!...

As pétalas das flores, afagando-Te o Rosto
Dizem-Te que o meu coração é Teu para sempre
Da minha rosa desfolhada entendes a linguagem
E sorris ao meu amor.

O meu único prazer neste vale de lágrimas
É atirar Flores, repetir os teus louvores...
No Céu irei em breve com os anjos pequeninos
Atirar Flores!...

O Amor divino continua a ser o melhor, total e o mais perfeito, que não desilude nem traz desamores; alimentando, ao mesmo tempo, todos os amores menores que vamos sendo capazes de partilhar entre nós.

6 comentários:

besbertocharrua disse...

ó porfessor é fazêre ca é fácile e lá disso da díéta tamém ca póde metêre o pé da pòça cando em vêz né? a rôpa dagente é qué piòre ire á fêira caté agóra é máis cáro cá lója. da fotogarfia sáumentáre póde vêr munte bém. a nha maria fás os cuscurões e manda do corrêio.abraces dagente.

Anónimo disse...

Será que o amor divino é o mais perfeito? Tanta criança que morre sem culpa. Tanta mulher maltratada!
Tanto criminoso (pedófilos...) à solta e nada?
Tanta pobreza e tanto rico a rir-se disso. E fala do amor divino?
E onde está a mesiricórdia de Deus?

Maria do Carmo Cruz disse...

Deus deu-nos a Vida. Deu-nos um mundo em que tudo era bom. Agora, cada um de nós tem que Viver. Pode escolher como viver: a olhar para o Alto ou de rastos. Porque todos os que fazem mal andam de rastos. E depois, eu quero que Deus me julgue mais com misericórdia do que justiça. De um pecado gostaria de nunca ter penitência: de fazer pecar alguém. Porque eu não tenho que julgar os outros pecadores. Eles próprios e Deus julgarão. O meu papel é Amar, embora imperfeitamente. Amar de todas as maneiras possíveis. Não consigo julgar o Amor-Justiça de Deus por aquilo que os homens fazem. Nós podemos querer ser ricos e não o conseguir, podemos quer ser bonitos e não o conseguir, mas só de nós precisamos para sermos bons ou maus. A opção é nossa. Não podemos esconder-nos atrás de Deus. Perante ele estamos sempre nus. Anónimo (Anónima?) Onde está a misericódia de Deus? Está no seu coração, uma parte dela. Está na sua mão usá-la, plantá-la, fazê-la frutificar.
Bom fim de semana para si, em especial, porque sofre. Só quem sofre, por dentro, onde dói mais e onde não se podem usar pomadas nem curativos fica assim, "desmericordiado...
Sursum corda! Corações ao alto!

CCz disse...

"A filosofia, cujo contributo específico é colocar a questão do sentido da vida e esboçar a resposta: constitui, pois, uma das tarefas mais nobres da humanidade"
.
Imagina de onde retirei este trecho Raul?
.
Quantos professores de filosofia tentam ser mais do que professores de história da filosofia?.
.
Isto faz-me lembrar... tenho um tio padre que tem sempre muitos livros em cima da secretária, quando o vou visitar costumo bisbilhotar o que por lá tem, uma vez encontrei um texto em que um intelectual francês agnóstico, interpelava um seu grande amigo, um bispo francês e perguntava "Quantos dos teus curas, têm consciência do milagre que realizam todos os domingos?"

Raul Martins disse...

Claro que sim, bom amigo Carlos, claro que sim. Do meu Papa do coração. Espero que esteja a saborear o livro.
.
Mais que meros "vendedores" de filosofia! Deveriam ser, sem dúvida.
Também não é tarefa fácil ir mais além.
A filosofia, como a arte ou a poesia, para mim, supõe o que poderíamos chamar de "um compromisso", uma vocação pessoal. E vocação no seu mais profundo significado, etimológico.
.
A verdadeira relação filosófica, na linha de Platão, é "uma chama que anima outra chama".
.
Direi que quase uma aventura, uma aventura no interior de uma outra grande aventura, muita mais vasta, que é a aventura do pensamento humano à procura das grandes respostas que animam o espirito humano: a vida e a morte; o amor; o donde venho e para onde vou; o sentido da vida; "o porquê das coisas e o seu fim". É uma vocação e paixão.
.
Boa pergunta feita ao Bispo. Não comento.
.
Um abraço tribal.

Conceição Coelho disse...

Amor agápico, caritas, amor platónico, amor fraterno, filial, maternal, paternal, amor ternura, sedução, ódio, sensual, amor Kalos (amar o belo, beleza), Filocalia... e o amor eros... um homem e uma mulher!
Amor, amor, amor, amar...
Poetas, escritores, filósofos, santos... e pessoas comuns, como eu, tu, nós... vocês... se debruçam sobre este tema.
Como tudo na vida, depende da perspectiva com que sentimos o amor, que é a MELHOR coisa do MUNDO!
Deixa-nos bem, disponíveis para o ou os outros, com o estar bem na VIDA e com a VIDA, para observar o que nos rodeia e poder dar o nosso contributo àqueles que de nós mais precisam.
Porque pobres, abandonados, indegentes, gente doente e com problemas...Have-los-á sempre...
Cabe a cada um de nós encontrar a melhor forma de Amar o próximo!!!
Pde Mário Jorge, obrigada pelo repto desta semana que nos deixou a pensar...

Boa semana para todos!
Até à próxima quinta-feita.