quinta-feira, 17 de julho de 2008

PORQUE SIM!


6 comentários:

EMD disse...

Boa noite,ou bom dia, Irmão Raul!
Escapei-me, por uns segundos compridos, para matar saudades. E que sábias palavras encontrei aqui abaixo. Não tive tempo para mais...
Só para dizer que tenho dado conta das visitas lá ao condomínio, que também anda murcho, não por esfeito estival.
Um grande abraço

Maria do Carmo Cruz disse...

Olá, Elsa, viva! Também é só para dizer "viva" e agradecer ao Raul o poste. Nasci no dia de S. Francisco de Assis, o meu Santo protector, mas que vejo sempre como o Louco de Deus. Como gostaria de ter uma centelha do seu desprendimento e Amor!
Raul, falta-me o Padre Mário. Tudo bem com ele?
Um abraço da Avó Pirueta

Maria do Carmo Cruz disse...

Seria imperdoável que não dissesse quanto bem me fez a Oração da Manhã. Mas ouvi primeiro S. Francisco... Amor antigo, não é?
Raul, é assim que eu rezo. E ou me ponho a pau ou qualquer dia me esqueço das fórmulas das outras orações. Já só consigo rezar o Pai Nosso em voz alta para me ouvir e sentir as palavras. Rezar assim, que bom! Avó Pirueta

Raul Martins disse...

Ó Elsa, bem vinda de novo por estas bandas.Não te tenho visto lá pelo teu "condomínio" (Escola Campos e Melo, para não pensarem coisas... é para brincar!) mas não acho que ande murcha a vida por lá, bem pelo contrário.
.
Ó Catrmo, eu também sou um aficionado por Francisco.
.
Quanto ao Pai Nosso, agora tenho aprendido a rezá-lo ao contrário, do fim para o princípio, já fizeste a experiência? Só começando cá por baixo, lembrando o que somos, lembrando os irmãos... por aí acima... podemos chegar ao Pai...
.
Carpe diem!

Existente Instante disse...

Belíssimo!
Desculpa o tardio do comentário, mas por vezes , a vida impele-nos a ser mais "Svonarola" ou "Torquemada" do que S. Francisco. Extraordinário Homem, tão pouco conhecido! Sabes o que dizem os livros de História do 3º Ciclo, sobre ele? Quase nada!
Num capitalismo delirante, era lá importante falar no Irmão Sol?!
Eu tenho um lado Franciscano...dizem cá em casa! Pode ser que sim! Tenho tão pouco que tenho tudo! A velha história das aves do Céu e dos Peixes do Mar...
Abraço!

Raul Martins disse...

Bem te compreendo Irmão E.I. (não fica aqui mal este ligeiro toque de Assis!
.
Esta casa é casa tua
como minha é tua canção...
E o apareceres por aqui como eu te visitar é um direito, não um dever... por isso a liberdade do encontro quando queremos...
.

E que lutemos por sermos um pouco franciscanos neste mundo nosso.
.
Carpe diem!