segunda-feira, 9 de junho de 2008

CORAÇÃO ADOLESCENTE (X)

A MINHA FORÇA!


Ter amigos é viver,
É poder confiar, poder crer
Que a vida vale a pena,
Que somos alguém,
Que não precisamos de mais ninguém
Se não os nossos amigos,
Ou as pessoas com quem nos damos bem.

Os meus amigos são o meu tesouro,
Quem me dá força para continuar.
São eles que me fazem olhar o céu,
Que me fazem parar para o apreciar
E a toda a imensidão de coisas lindas
Que existem,
E que ainda subsistem
Neste deserto de emoções
Em que o mundo se está a tornar...

Mas, talvez (e só talvez)
Ainda haja esperança,
Talvez ainda se possa salvar,
Se cada um participar...

Arranjem um amigo...
sentir-se-ão muito melhor!
Eu, por mim, já fiz a minha parte ! xD


2 comentários:

Maria do Carmo Cruz disse...

Um AMIGO!Não conheço língua nenhuma (e conheço umas poucas, pouco de cada uma) que seja tão bonita como esta: AMIGO! Para mim, tem algo de sacralidade e não a uso senão, praticamente, com maiúscula, seja adjectivo ou substantivo. Tenho poucos, mas são todos um prolongamento de mim. Nunca estão longe nem perto, estão sempre onde eu preciso. E eu estou sempre com eles. Somos seres de carne e osso e às vezes desiludimo-nos uns aos outros e a nós próprios, mas a Amizade é uma forma de Amor e a nossa cartilha é de Cristo e de S. Paulo.
Sinto bailar na minha cabeça, muitas vez, aueles dois versos: "Mal nos conhecemos
inaugurámos a palavra AMIGO!"
Por isso, meu Coração Adolescente, parabéns pelo teu texto. Serás e terás Amigos. São preciosos. Escolhe-os bem. Um abraço da Avó Pirueta

Clara Dias disse...

Quem tem um amigo tem um tesouro! E eles são importantes na nossa vida. Os bons amigos, claro! Em quem podemos confiar, que nos ajudam a viver. E a tua pertinente recomendação é importante: façam amigos. E dos excelentes. Eu penso que não há amigos maus. Há bons e excelentes. Temos que nos agarrar aos ecelentes porque esses é que fazem a diferença na nossa vida.