quinta-feira, 1 de maio de 2008

PELA PAZ, TUDO! (II)

Palavras de Brel, numa sugestão do Fernando, deixada em comentário na "postagem" anterior:

QUAND ON N'A QUE L'AMOUR


Quand on n'a que l'amour
A s'offrir en partage
Au jour du grand voyage
Qu'est notre grand amour

Quand on n'a que l'amour
Mon amour toi et moi
Pour qu'éclatent de joie
Chaque heure et chaque jour

Quand on n'a que l'amour
Pour vivre nos promesses
Sans nulle autre richesse
Que d'y croire toujours

Quand on n'a que l'amour
Pour meubler de merveilles
Et couvrir de soleil
La laideur des faubourgs

Quand on n'a que l'amour
Pour unique raison
Pour unique chanson
Et unique secours

Quand on n'a que l'amour
Pour habiller matin
Pauvres et malandrins
De manteaux de velours

Quand on n'a que l'amour
A offrir en prière
Pour les maux de la terre
En simple troubadour

Quand on n'a que l'amour
A offrir à ceux-là
Dont l'unique combat
Est de chercher le jour

Quand on n'a que l'amour
Pour tracer un chemin
Et forcer le destin
A chaque carrefour

Quand on n'a que l'amour
Pour parler aux canons
Et rien qu'une chanson
Pour convaincre un tambour

Alors sans avoir rien
Que la force d'aimer
Nous aurons dans nos mains
Amis le monde entier

E cada dia uma canção pela paz!

Celine Dion & Maurane:


4 comentários:

BC disse...

Muito bonito este poema, e com a música a acompanhar e tão bem cantada.
"Pela Paz tudo", eu reforço...

Só um pequeno promenor que não tem a ver com a postagem, obrigada por ter partilhado comigo o novo blog da sua "amiga"? "colega"?, estou a leste do paraíso, não vos conheço,
nem sempre a entrada é fácil,o Raul
tem sido a pessoa generosa e assídua desde o princípio, por isso
obrigada, pela sua paciência
Um abraço de uma amiga!

Fernando Vasconcelos disse...

Agora Raul é que nos zangamos :-) Não fosse a canção ser de paz ... :-) :-)
Estou a brincar. Mas é verdade que não gosto nada da Celine Dion. Mesmo nada. Mesmo, mesmo nada ... e ela a cantar uma canção de Brel ... que arrepio ... Sem stress, Raul estás perdoado. Mas olha aqui fica o link para a canção a sério:
http://www.youtube.com/watch?v=wZHg6AUXTKw

:-) :-)

ematejoca disse...

No tempo em que eu também lutava por um mundo melhor e pela paz, a minha cancao favorita era e continua a ser:

Where have all the flowers gone?
...................................
Where have all the young girls gone?
...................................
Where have all the young men gone?
...................................
Where have all the soldiers gone?
...................................
Where have all the graveyards gone?
...................................

Infelizmente nao sei a letra toda em ingles, só no alemao:
Sag´mir wo die Blume sind

Em 1975 a Marlene Dietrich cantou esta cancao e foi um sucesso.

Bis bald!

Raul Martins disse...

Teresa, no tempo? Ainda é tempo! Eu percebo.
Vou à procura da canção que refere.
Carpe diem!