terça-feira, 20 de maio de 2008

O PROMETIDO É DEVIDO!


A minha "Pipoca", que anda no 2º ano, veio toda feliz mostrar-me uma pequenina composição que a professora Adelina mandara fazer. "E foi o tema que saiu na Prova que os meninos do 4º ano fizeram na sexta-feira. A professora disse-me que está bonita." E li a pequenina composição e disse-lhe que realmente estava bonita. Bonita porque se tinha lembrado do irmão e isso fazia-me muito feliz. "E colocas no teu blogue?" "Claro que sim, filha". E o rosto brilhou de felicidade, acompanhado por um sorriso que nos derrete e um beijinho saboroso. E o prometido é devido:

Se eu fosse um lápis por um dia!

Eu, se fosse lápis por um dia,
era do meu irmão João
e escrevia nos testes e nas fichas
e fazia-lhe muitos desenhos nos cadernos.

Escrevia e desenhava sem parar.

O meu irmão nunca me afiava
e por isso eu ficava sempre alta.
Como eu era sempre alta
o meu irmão estava-me sempre a usar.


E que eles sejam sempre altos. Daquela altura que todos sabemos. E que se lembrem sempre um do outro. Não é pela beleza da tua composição minha "Pipoca". É pelo gesto da lembrança do teu irmaõ!

12 comentários:

Fátima André disse...

Que ternurinha, Raul.
Parabéns pelos seus filhos! Parabéns também aos pais que têm... GRANDES modelos.
Um beijinho à sua "pipoquinha". Diga-lhe que gostei muito da história e dos sentimentos deliciosos que transporta do seu pequenino coração.

Teresinha disse...

Encantadora "Pipoca":
Que lindo poema.
Como eu gostava de te ter a ti como lápis. Entao é que eu tinha uma inspiracao divina.
Muitos beijinhos de Düsseldorf, e continua a escrever.

Émy disse...

Menina muito meiga esta minha "pipoca"! Nesta pequena composiçã em que o tema, à partida, nunca faria supôr onde a imaginação dela nos poderia levar, o seu pequeno coração logo a levou a pensar no irmão! Este carinho ninguém pode mudar... e este "coraçãozinho" também não!
Que este carinho e compreensão se prolongue pela vida toda dos meus filhos... mas querida e emotiva como a minha "pipoca" é... e calmo e meigo como o meu João é, é quase uma certeza minha que eles serão excelentes irmãos e excelentes seres humanos!
Mil beijinhos para os meus lindos filhos!

Carmo Cruz disse...

Com Pais como o Raul e a Émy, que outra coisa poderíamos esperar? Que Deus os abençoe e os faça crescer em graça e abundância. E que os Pais, tal como o merecem, possam sempre guardar estes gestos no seu coração. Beijinhos para todos. Carmo

BC disse...

E...o meu comentário vai directamente para a escritora Pipoca:
Olha Pipoca, amei os teus versinhos, e o teu lápis.
Cá em casa em também tenho uns meninos (mais crescidos)mas também trocaram muitas vezes estes afectos
especialmente com lápis de cor.
Sabes as palavras disseram muito concerteza ao teu irmão, mas o teu gesto ainda foi mais bonito acredita.
Continua a escrever é muito importante.
Um beijinha para a "PiPoca Doce"

EMD disse...

Que texto lindo e bem escrito... temos escritora à vista... Continua Pipoquinha, que o papel e o lápis são amigos sempre disponíveis para ouvir as nossas emoções.
E é como o pai e a mãe nos fazem lembrar sempre: sejamos felizes fazendo felizes os outros. Como deve estar babado o mano!
Parabéns aos dois... aos quatro.
Bem o diz a tradição em português filho de peixe... (Children see... children do, não é Anabela?)

Anabela Magalhães disse...

É por tudo, Raul... é que filha de peixe sabe nadar!
É o que eu digo no meu blogue "Children see, children do.
Uma ternura. Gostei particularmente de passar por aqui.

Anabela Magalhães disse...

Xiii!! Respondi sem ler o comentário da Elsa... mas a resposta já lá está... isto é mesmo uma teia!!! Boaaaaaaaaaaa!!!! :)

Existente Instante disse...

Olha aí Pipoca, vê lá se continuas lápis a crescer, porque de certeza, certeza, certezinha, com esse coração-lápis vais arranjar um belo "borracho"! Ai Jesus, enganei-me queria dizer borracha,lápis-borracha, percebes?! Sorry! Mas gosto de brincar!
Ah! ia-me esquecendo: de belos troncos, de madeira nobre - belo lápis, só podia ser e...adivinha lá a quem me estou a referir?
"Família sequóia" a tua "Pipoca", que merece dezenas de ternos abraços ao seu tronco!
Se não perceberes alguma coisa da maluquice que estou a escrever, pergunta às tuas "árvores caseiras", ou "duende coraçãozinho de Ti", que eles explicam!

Tiago Carvalho disse...

É assim mesmo Catarina, é sempre bom lembrarmo-nos dos irmãos.

Filipe Camarinha disse...

Parabéns Raul!
conseguiste que o teu blog fosse um ponto de passagem para mim, todos os dias, ou quase todos, venho ler os teus textos...

obrigado...

Catarina gostei muuuuuuuiito do teu texto.

Raul Martins disse...

És sempre bem vindo, Filipe. Termos aqui os amigoscolegascompinchas
com quem estamos todos os dias é sempre bom.
E foste ao cantinho do padre Mário (5ª Feira) aqui no Blog? Se não, vai lá que a tua Teresinha vai gostar.