quinta-feira, 29 de maio de 2008

O CANTINHO DO PADRE MÁRIO

Para definir o modo como S. Teresa do Menino Jesus entende Jesus, podemos usar quatro palavras, que podemos definir como os quatro pontos cardiais do Mistério de Jesus: a grandeza da divindade e a pequenez da humanidade (Mistério da Incarnação); a luz do amor e as trevas do pecado (Mistério da Redenção).

Partes de um poema que Teresa escreveu para a sua irmã Celina, que estava no mesmo convento, no Natal de 1894.


1. Procuro uma filha que se pareça
Com Jesus, o meu único cordeiro
A fim de os guardar juntos
Os dois num mesmo bercinho.

2. Foste tu que eu escolhi
Para seres a irmã de Jesus.
Queres fazer-Lhe companhia?...
Repousarás no seu coração…

3. Mas para que eu sempre te abreigue,
Sob o meu véu junto de Jesus,
Será preciso ficar pequenina,
Ornada com as virtudes da infância…

4. Quero que na tua fronte brilhe
A doçura e a pureza,
Mas a virtude que eu te dou
É sobretudo a Simplicidade.

5. Como uma branca margarida
Que sempre contempla o Céu
Sê também a florzinha simples
Do Menino Jesus do Natal!...

6. Este silêncio é a primeira prova
Do seu indizível amor.
Compreendendo esta muda linguagem
Imitá-lo-ás todos os dias.

7. não te inquietes, Maria
Com o trabalho de cada dia
Porque o teu ofício nesta vida
Deve ser unicamente: «O Amor»!

8. Mas se alguém vem repetir-te
Que as tuas obras se não vêem
«Eu amo muito, poderás dizer,
«Eis a minha riqueza na terra!...»

9. Depois da noite desta vida
Chamada pelo Seu doce Olhar,
Para o Céu a tua alma encantada
Voará sem grande demora!...


No tempo em que as crianças estão «in», celebrando o dia 1 de Junho, é bom saborear os escritos de uma mulher que procurou não deixar de desenvolver e transportar para a idade da juventude uma infância feliz, e as virtudes naturais da infância, que a idade adulta não deveria roubar.

11 comentários:

Maria do Carmo Cruz disse...

Raul do Sorriso Imenso, obrigada pelas palavras que deixaste no meu blogue. Como verás, parti um pé no dia 26, mas estou bem. Agora falemos sobre crianças: Santa Teresinha queria a irmã sempre criança porque só as crianças mantêm a pureza original. Sim, quando os adultos não as conspurcam com a Maldade. Mas hoje sinto que é preciso também clamar para deixarmos as crianças crescerem, com as coisas agradáveis e desagradáveis que a Vida tem. Vejo-me num mundo em que ao lado de crianças que o são apenas na idade, que sofrem, que trabalham para além das suas forças, que não têm um mimo, um carinho, que passam frio e fome, há crianças supermimadas, abafadas em cuidados, crianças que eu temo nunca venham a tornar-se adultos responsáveis e felizes.Crianças déspotas, que tudo querem e tudo obtêm, egoistas, incapazes de partilhar. Conheço crianças que recusam ter irmãos e os pais fazem-lhes a vontade. Tenho pena delas mas censuro veementemente os pais. Portanto, agora que se aproxima o dia da Criança, gostaria de exprimir um desejo: Pais, deixem crescer os vossos filhos em harmonia com a sua idade. Dêem-lhes o suficiente e necessário, mas dêem-lhes principalmente o sentimento de que são amadas e se sentem protegidas. Lembrem-lhe os outros que nada têm. Que elas cresçam por dentro e por fora, harmoniosamente. Para todas as crianças, um beijo da Avó Pirueta

Teresa disse...

Querida Carmo:
Espero que se encontre completamente restabelecida do seu pé. Como é que isso aconteceu?
Ao ler o seu comentário lembrei-me outra vez da minha mae.
* Sou Teresa em homenagem à Santa Teresinha do Menino Jesus.
. A minha mae também me queria sempre crianca, nao para eu manter a pureza original, mas para eu ficar sempre com ela. Eu até compreendo: ela ficou viúva tao cedo.
Ao mesmo tempo (era filha única, neta única e sobrinha única) deu-me tantos mimos (e nao só ela).
Ainda hoje sou désposta e egoísta.
Em compartilhar os bens materiais nao tenho problemas.

Para terminar desejo-lhe as melhoras do seu pé, e dizer que uma mae como a Carmo só pode ter um ccz.

Um grande beijinho de Düsseldorf!

Teresa disse...

Preciso de ajuda, Raúl! Este comentário é para o blogue da Carmo, como veio parar aqui?
Com o YouTube, gracas à sua ajuda,
já sei trabalhar.

Ainda nao sei o que responder à sua Émy, ela tem razao no que diz.
Gostava era po-las no meu blogue oficial, no outro já estao. Posso?

Um abraco para os dois.

Conceição Coelho disse...

Acho incrível como, em tão pouco tempo de vida na Terra, apenas 24 anos, Sta. Teresa conseguiu deixar tantos poemas e cartas.
Não sendo casada nem tendo filhos, dedicou-se aos outros, à irmã e a Jesus...
Nos seus poemas nota-se a meiguice e o amor de uma mulher jovem:

"Je chercheune enfant qui ressemble
A Jésus, mon unique agneau
Afin de les garder ensemble
Tous deux en un même berceau."

(...)

Gosto mais do original!
Um beijo e até à próxima quinta.
Conceição Coelho

Professorinha disse...

As crianças de hoje em dia precisavam desse tipo de carinho. Mas já não o têm... anda sempre tudo muito ocupado!

Beijos

Raul Martins disse...

Conceição, o original é muito mais bonito. Muito mais musical. Não era mau, Padre Mário Jorge, que colocasse as poesias em francês e depois a tradução. Fica este desafio.
Carpe diem!

Maria Santos Neves disse...

A parte final do poste chama a atenção para algo que penso ser muito significante, ou seja, que os adultos não deixem "de desenvolver e transportar para a idade da juventude uma infância feliz".
Dou os parabéns ao Padre Mário por nos dar a conhecer estas personagens que, apesar de eu não ser crente, tem mensagens muito bonitas e nos ajudam a ser melhores pessoas.

Raul Martins disse...

Olá Teresa, não sei como é que ele veio cá parar, mas não há problema que vou deixar na "casa" da Carmo.
Podes colocar no teu blogue. Não há problema.
Carpe diem!

EMD disse...

A maria santos neves tirou-me as palvras da boca. Continuem.
Beijinhos

Bárbara 6 A disse...

A adolescencia é uma fase da nossa vida muito importante. Nessa fase nós queremos tudo perfeito e tambem achasmos a opinião dos outros muito importante, e até ás vezes vimos de maneira diferente só para chamar mais a atenção, e para não fezerem comentários . Eu queria dizer uma coisa, á tempo para tudo, nós não podemos acelar o tempo. É claro que as pessoa nessa idade estao anciosas para crescer não só como psicológicamente mas como também fisicamente...

Bárbara 6 A disse...

O Prof. é um espetáculo..