domingo, 20 de dezembro de 2009

PORQUE HOJE É DOMINGO!

"OLHARES"

Qual é o olhar mais bonito do mundo?

A poucos dias do Natal, hoje, 4º Domingo do Advento, o Padre Marçal, na Celebração da Eucaristia, resolveu homenagear com uma flor as mulheres grávidas que estavam na celebração, e foram sete, num gesto de antecipação do dia da Maternidade por excelência que é o dia de Natal e colocou, durante a homilia, esta simples mas inspirada canção do padre Zézinho, numa homenagem às mulheres grávidas, e que aqui partilho convosco e no qual podem descobrir qual é o olhar mais bonito do mundo.

video

5 comentários:

Margarida Fernandes disse...

Que homenagem tão singela logo muito bonita.

Haverá olhar mais bonito no mundo do que o de uma mãe que acaba de dar á luz um filho?

-----------------------------------
Raul, finalmente respondi ao desafio de Natal.
Peço desculpa pela demora.

Um abraço

Paulo Lopes disse...

O olhar da mulher atinge a plenitude com a maternidade, mas começa a insinuar-se diferente muito tempo antes do inicio da gestação.

Abraço,

PL

Raul Martins disse...

Margarida,
foi uma homenagem singela, é verdade, e que tocou o coração das mães grávidas e não só. É uma forma diferente de estar em Igreja, tornar as celebrações diferentes e apelativas.
.
É o olhar da mãe que acaba de gerar e o olhar do filho enternecido a olhar para a mãe.
.
Paulo, gostei dessa, "insinuar-se diferente muito tempo antes do início da gestão"....
.
Abraço para os dois.

Anónimo disse...

Linda homenagem não só às grávidas mas também a todas as mães. Nada é mais belo que o olhar de uma mãe para o seu filho e o olhar do bebé para a sua mãe.
Só mesmo o Padre Marçal para fazer algo diferente nas celebrações, é preciso muitas iniciativas assim para chamar as pessoas que andam fugidas da igreja.

Abraço grande

Paula Andrade

Raul Martins disse...

Olá Paula, é verdade, só o padre Marçal para tornar as celebrações diferentes.
.
Fico feliz por te ver novamente por aqui a fazer comentários.
.
Quero ver fotos, no face, no jantar de ontem....
.
Carpe diem!