segunda-feira, 14 de abril de 2008

NOTAS SOLTAS COM D. HÉLDER


Se discordas de mim, tu me enriqueces

Se és sincero
e buscas a verdade
e tentas encontrá-la como podes,
ganharei
tendo a honestidade
e a modéstia
de completar com o teu
meu pensamento,
de corrigir enganos,
de aprofundar a visão...

Lições que não nos devem escapar


Diante de um colar
- belo como um sonho-
admirei, sobretudo,
o fio que unia as pedras
e se imolava anónimo
para que todas fossem um...


Afinador

Admiro e quase invejo
não tanto
teu ouvido privilegiado
que capta
cada nota,
e sente em cada uma
o mais leve desajuste
o menor passo em falso...


Admiro e quase invejo
a fineza com que levas
notas dissonantes
a de novo
se harmonizarem...




D. Hélder Câmara in O DESERTO É FÉRTIL

2 comentários:

emd disse...

Viva, Raul!
Tenho andado atarefada (ainda mais!) com o jornal da escola e, obviamente, sem tempo para visitar os amigos, posso dizê-lo, não posso?
Singelas mas sábias e belas estas notas.
Bem-haja pela revelação.
E obrigada também pelo enlace para a C. Melo.

Raul Martins disse...

Claro! O aparecer é um direito que temos... não um dever.
E parabéns por todas as actividades que a vossa escola vai realizando.